ISOSTASIA: O QUE É e COMO ACONTECE?


No geral a isostasia é o processo de compensação de peso de um corpo menos denso em um corpo mais denso (como ocorre com o Gelo sobre a água). Na geologia esse processo acontece na ação da litosfera sobre a astenosfera.

Essa imagem demonstra bem o processo ocorrendo em dois tipo de materiais: o GELO e a MADEIRA
A astenosfera é uma camada plástica, está em média há 50 km da superfície e é essa camada que suporta o peso de toda a litosfera (parte rígida da superfície) através do processo de isostasia.  Como ocorre com os icebergs, assim também ocorre com a crosta terrestre, para se manter flutuando sobre a astenosfera, a litosfera tem que compensar seu peso emergido na superfície com uma grande parte emergida na astenosfera. Esse processo nada mais é que pura força de gravidade.


A partir da descoberta do processo de isostasia é que os Cientistas puderam deduzir a espessura da crosta continental sendo a primeira mais espessa que a segunda de forma indiscutível. É muito importante lembrar que a isostasia é apenas mais um elemento de uma grande complexidade que se chama natureza, por isso ela não age sozinha no processo de equilíbrio de um continente, a erosão, as ações intempéricas e o gelo também possuem grandes papeis nesse processo. Esses efeitos naturais dependendo da intensidade e tempo em que submetem o ambiente podem acelerar, retardar ou inverter o processo da isostasia.

Ilustração de como funciona o processo de isostasia
O processo de compensação isostática depende muito da sobrecarga que está sobre o ambiente. Percebemos os efeitos desse processo de uma forma muito clara nas zonas de subducção onde ocorre a formação de grandes picos, nesses pontos a espessura da litosfera pode chegar a mais de 80 km de profundidade para compensar o peso dos grandes picos. As montanhas geram um grande peso sobre um determinado ponto e o processo isostático se encarrega de equilibrar esse ambiente.


Assista os videos e entenda melhor esse fenomeno


Você já imaginou nosso planeta sem a influência da isostasia?  Certamente não existiríamos, pois o planeta todo estaria submerso por larva vulcânica.    



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.