QUEBRA DE PLATAFORMA CONTINENTAL

As Plataformas Continetais são as partes submersas dos continentes, elas são cobertas basicamente por areias de praia, recifes corais enfim areas rasas que não ultrapassam a profundidade de 200 metros. em algumas regiões são bem extensas chegando a ultrapassar a distância de 400 km da margem dos oceanos e em outros pontos podem ter apenas alguns poucos quilometros. O processo de formação das plataformas continentais é muito complexo e varia de região para região.
 
A quebra de uma plataforma continental é aquele ponto submerso em que se inicia os taludes continentais, o exato ponto em que as profundidades ultrapassam 200 metros e tendem a decair de forma muito rápida. Nesses pontos as atividades biológicas são bastante intensas, o que propicia a vida marinha, e é local preferido de vários peixes e seres marinhos pela abundancia de alimento. Podemos encontrar nessas áreas váreos tipos animais como moluscos cefalópodes, lulas, os peixes de diversas espécies, até os mamíferos marinhos, como a baleia e aves marinhas, pinguins e albatrozes são frequentadores acíduos desses ambientes.
 
Logo abaixo você pode conferir o video de um assunto geológicamente e históricamente atual, O alargamento da plataforma continetal em portugal.
 
 
 
Referências
 
Introdução à Geologia Marinha - Neto, José Antônio Baptista; Ponzi, Vera Regina Abelin; Sichel, Susanna Eleonora. 2004. Editora Interciência.
O Planeta Azul - Uma Introdução as Ciências Marinhas - João Marcos Miragaia Schmiegelow. 2004. Editora Interciência.



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.