Abril pro rock 2013: confira os destaques deste festival de música que rolou em Recife- primeira parte

Com o know-how de lançar bandas que se tornaram importantes no cenário musical brasileiro como Planet Hemp e Raimundos, por exemplo, o festival Abril Pro Rock figura entre os grandes festivais de música, arte e comportamento no Brasil. Conheça um pouco sobre a história do festival e os shows que aconteceram entre os dias 19 e 20 de abril.

Um festival cada vez mais globalizado

Mais sintonizado com bandas underground, suas primeiras edições ocorreram no ápice do movimento mangue beat, celeiro de Chico Science e Nação zumbi e Mundo Livre S.A.
Com o passar do tempo, uma maior abertura a diferentes ritmos e nacionalidades, fizeram com que bandas de outros países também se apresentassem no palco do festival recifense. Um belo exemplo foi esta edição. Nas duas noites de som, bandas gringas como Sodom, Fang e Television, confirmaram a tendência globalizada. Houve ainda desfile de moda e venda de materiais alternativos no local. Nós passamos por lá e contamos agora tudo para vocês!


Dia 19- a noite do pop e nova MPB

Podemos dizer que a sexta foi a noite reservada ao público mais eclético. Do rock mais clássico aos flertes com a MPB, teve de tudo um pouco. Um grupo que de fato nos chamou a atenção foi o Babi Jaques e o Sicilianos. Saindo do que estamos acostumados a ver por aí e lembrando até mesmo o clássico grupo pop Blitz, febre dos anos 80, capitaneado pelo ator Evandro Mesquita, se destacou pela apresentação performática e circense.
As canções incluíam samplers e trechos de filmes, e gerando boa receptividade por parte do público.

Um Silva para diversos Silvas

Com o sobrenome mais brasileiro do mundo, o capixaba Silva ofereceu um pouco mais de poesia e sentimento ao Abril Pro Rock. Com canções calcadas no seu teclado, a lembrança de nomes como Lô Borges e principalmente Guilherme Arantes, surgiam espontaneamente. Algo como o Keane brasileiro.

Marcelo Jeneci

Ele é um dos grandes nomes desta safra musical que, embora já trabalhe na cena há muito tempo, só agora começa despontar (como Criolo, Cícero, entre outros). O paulista Marcelo Jeneci levou o público a cantar junto todas suas canções e foi recebido com muito carinho pelo público presente no Chevrolet Hall em recife. Um dos pontos altos da apresentação, foi uma versão para “O astronauta”, de Roberto Carlos.

Television

Na ativa desde os anos 70, Tom Verlaine e seu Television, um ícone do punk, mandou ver no palco do Abril pro Rock, para um público interessado em saber que rumos teria tomado a banda, ao longo de tantos anos. Não decepcionou e ainda foi um dos grandes shows da primeira noite.
Acompanhe aqui neste site, como foi a noite do dia 20 de abril, reservada ao rock mais pesado. Até lá!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.