Abril pro rock 2013: confira os destaques deste festival de música que rolou em Recife- segunda parte

Se na noite anterior, o clima foi mais ameno e poético, a noite de sábado veio pesada, no bom sentido, é claro. É que desta feita, o Chevrolet Hall, lotado, foi o cenário perfeito para grandes nomes do underground nacional como DFC e Devotos, além de lendas do metal brasileiro e mundial: Sodom, André Matos e Krisiun, entre outros.
Nós fomos lá e compartilhamos agora com vocês, nesta segunda parte do Abril Pro Rock 2013!

DFC

Eles já são veteranos do hardcore nacional, estilo que tem como principal característica, a ironia, o protesto e crítica social nas letras, com guitarras se acordes simples, baixo tocado com palhetadas e bateria à velocidade da luz. No entanto, os músicos do grupo brasilienses DFC estavam aparentemente cansados. Talvez fosse o calor de Pernambuco, que permite o trocadilho hellcife, numa boa.

Devotos

A banda que tornou a carente e rica culturalmente região do Alto Zé do Pinho famosa em todo brasil, por cantá-la em seus versos, trouxe muita garra e um repertório calcado nas raízes mais punks e hardcore. O vocalista Cannibal é como um embaixador do hardcore nordestino, e fez um show dinâmico, coeso e sem firula.

Vocífera

Thrash com direito a peso, berros, vocal gutural e um grupo formado apenas por mulheres. Este foi o Vocífera, grupo de metal feminino que deve sem dúvida, ter um belo caminho pela frente na estrada do som pesado nacional e talvez até lá fora.
O público ficou de fato, impressionado com o quinteto que tem influencias de death metal bem claras, e uma sonoridade que lembra um pouco o Sodom, um dos grupos mais esperados da noite.

Fang

O mosh e pogo ( estilo de dança punk) começaram no festival com a apresentação dos americanos do Fang, punk hardcore básico, com gritos de protestos contra a polícia ( fuck the police!) e toda aquela vibe com canções que são um convite para se cantar junto.
Desde os anos 80 na cena, o Fang fez um show acima de tudo divertido.

Krisiun

Os gaúchos do Krisiun fizeram o Chevrolet Hall pesar algumas toneladas a mais, tamanho o peso do som dos caras. Respeitados fora do país e idolatrados pelos fãs de música extrema no Brasil, o que mais se ouviu nos comentários do público foram frases como “igual tá no CD!”. Referência direta à ótima execução odos músicos tocando ao vivo.

Fechando o Abril Pro Rock: Sodom e André Matos

Tratados como lendas vivas, os músicos do Sodom carregam simplesmente o fato de terem inventado um estilo: o Thrash metal. Apoiadas nas temáticas sobre devastação humana, guerras , as letras casam muito bem com a sonoridade destruidora do som.
Quanto André Matos, forte nome do metal e de nível mundial, mostrou toda sua técnica volca e carisma, características que o consagraram em bandas como Viper, Angra, Shamam, entre outras de heavy metal tradicional.
Este foi o Abril Pro Rock 2013!  
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.