Coachella festival 2013 - transmitido em tempo real no Youtube, parte 2

Continuando a série de shows incríveis do festival Coachella Festival 2013, vamos ver como foram as performances dos espetáculos do último dia de concertos, que rolaram no dia 14 de abril! Dos punks lovers do Social Distortion à mega banda Red Hot Chili Peppers, teve pra todo mundo, saque só!



Social Distortion

Ícones do rock de pegada punk e sentimento na melhor acepção da palavra, a apresentação dos veteranos do Social Distortion concretizou um dos momentos mais marcantes, e por que não dizer, emocionantes do festival?
A voz rouca, sofrida e impactante de Mike Ness, herói de muitas gerações de rockers mundo afora, e os maiores hits punk-emo-songs como a sublime When the angels sing ou da apologética I was wrong, arrepiaram até os mais insensíveis.


Tame Impala

A banda queridinha dos alternativos do momento não justificou o hype em torno da anda. Ao menos não empolgou. M show morno, comum som datado, meio que uma fórmula que mistura tendências synthpop com nuances psicodélicas. Se você, como eu, esperava demais dos caras, ou ao menos uma performance mais energética, frustração foi a palavra que melhor resumiu o sentimento.

Paul Oakenfold

E já que o Tame Impala tava chato, pulamos pro canal do YouTube que rolava o senhor Paul Oakenfold. Uma cosia é certa: a animação que faltou ao Tame sobrou ao Paul! O clima era o de uma rave indoor.
O DJ que atua desde o fim dos anos 80 na cena dance e eletrônica, não decepcionou os adeptos do estilo, com muito trance e inclusões de Dubstep chapadíssimas, ninguém ficou parado na pista!

Franz Ferdinand

Os escoceses do Franz Ferdinand entraram no palco com o “jogo ganho”. Simpatia, interatividade com a galera, hits atrás de hits, e muito rock de pegada retrô, mas de roupagem moderna. Não tinha como dar errado, né? Se você viu o show deles aqui no Brasil, recentemente no Lollapalooza, sabe do que estou falando!
Sim, o sucesso estrondoso “Take Me Out” foi o ápice do show!

Dinosaur Jr

Eles são amados pelo público indie, considerados os pais do under rock e college rock. Galera se empolgou geral com o show de J.mascis e sua trupe descolada. Destaque para “feel the pain”.

Wu tang clan

Velha guarda do hip-hop americano, reunida em show histórico, debaixo de uma ventania absurda. O grupo na ativa desde os anos 90 arrastou uma multidão que curtiu do início ao fim clássicos de todos os discos e do lançamento atual, “A better tomorrow”, que deve estar disponível a partir de julho nas melhores lojas do ramo.

Red Hot Chili Peppers

Já faz tempo que o grupo de Flea e Anthony Kiedes é visto como um quarteto fantástico, verdadeiros heróis do rock. Poucas bandas na ativa têm o carisma e quantidade de hits como eles, além de uma qualidade e apelo pop, irreparáveis.
Fecharam o domingo em grande estilo, sem deixar de lado, hinos pra todo mundo cantar junto, a exemplo de Under the bridge.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.