Quando é um desconforto ser bonita...

... ou seria ser mulher? Não sei na cidade ou no bairro de vocês, mas ser mulher aqui onde eu vivo, é uma complicação, quando não, um desconforto. Do que eu estou falando, homens do meu Brasil? Estou falando daquelas cantadas baratas, daqueles comentários nada sutis, daqueles elogios vergonhosos, que nem o mais sujo pedreiro grita.
Sabe quando você sai na rua, com uma roupa um pouquinho mais fresquinha e por onde você passa, você escuta coisas escabrosas? Aí você pensa “poxa, estou dando motivo” (pois é, nós mulheres SEMPRE nos culpando pela falta de educação alheia), e aí resolve que vai voltar na rua com uma roupa mais discreta. Mas aí continua escutando absurdo. E aí vem o raciocínio “ou aqui nesse lugar só tem mulher horrorosa, ou então os homens desse lugar nunca viram mulher na vida antes, não é possível!”


Se você gostou desse artigo vai se interessar também por: Paquera em tempos de Internet, Relacionamentos: como lidar com as crises?, Fofurice ou Apego à Adolescência?, Os famosos e o Twitter e Por que para os homens, até o básico é difícil?

Homens entendam de uma vez por todas: NÃO GOSTAMOS DISSO. Não que não gostemos de ser elogiadas, dizer isso seria uma grande hipocrisia, mas aquelas coisa chulas que escutamos quando estamos indo comprar pão ou buscar nossos filhos no colégio, não são legais de ouvir não! É feio, é nojento, é agressivo, é ofensivo.
Se você está num grupo de amigos e viu uma bela mulher passar, se quiser fazer algum comentário, faça com os seus colegas. Gritar “que gostosa!” na rua, para que todos ouçam, só constrange a mulher e a afasta qualquer possibilidade que poderia existir dela se interessar por você! O que você vai causar nela é apenas repúdio, e eu acho que não era essa a intenção... ou será que era?
Será que a intenção dos homens ao fazer isso é realmente intimidar, nos deixar com medo de sermos atacadas a qualquer momento, para que nos “coloquemos nos nossos devidos lugares”? Se for, parabéns: vocês conseguem.
E deixando bem claro aqui: quando nós mulheres vemos um homem bonito, sim, o admiramos e se, estivermos entre amigas, teceremos nossos comentários. Mas por acaso você já viu alguma mulher gritando para um homem na rua “te como todinho...”? Certeza que nunca escutou. Talvez pelo pesa da criação que tivemos durante tantos anos reprimidas, mas será que também não é educação? Não ter vontade de intimidar, mas se for o caso, conquistar?
Para casos mais extremos, criou-se até a Marcha das Vadias, grupos de mulheres que protestam nuas (ou não), afirmando que o fato de estarem de roupa curta, não justifica serem estupradas (porque, né... está calor e o homem pode andar sem camisa. A mulher andar com uma saia curta, é porque está pedindo para ser estuprada. De onde vem essa lógica, pelo amor de Deus???).
Da próxima vez que for “elogiar” uma mulher na rua, pense nisso. Ou no galanteio. Você pode pelo menos, não provocar nojo na mulher que está passando.
Autora: Diana Ferreira
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.