Rede Globo: Empurrando goela abaixo

Alguém aí acompanha a novela Salve Jorge? Eu não acompanho, mas sei que trata de tráfico de mulheres, que a Claudia Raia faz uma vilã que mata com uma seringa, que o Theo não é tão o cara assim e que a novela tem umas cenas muito mal coordenadas. Acertei? E como eu sei tudo isso?
Porque semana passada a Claudia Raia estava no Faustão vestida de guardanapo de festas azul falando sobre sua personagem maléfica, porque no facebook não param de chover críticas ao galã mais fajuto que já existiu e também porque nos blogs de humor que costumo ler, não se fala em outra coisa a não ser o roteiro estranho da novela.

Se você gosta desse artigo, vai se interessar também por: Neymar: jogador de futebol ou garoto propaganda?

Pra não dizer que sou anti-Globo (e não sou mesmo!), segue outro exemplo: alguém que não fosse do Rio de Janeiro, já havia ouvido falar no cantor Naldo antes de 2010? Quem é do RJ e tiver boa memória, vai conseguir lembrar: em 2009, ele começou a cantar músicas novas, com uma pegada menos funk melody e mais dance e sensual (reprodutiva). Em 2010, as rádios começaram a tocar mais e aí ele começou a conseguir mais espaço na mídia. Em 2011... só dava ele: todas as rádios tocavam, todos jornais falavam dele, toda vez que trocávamos de canal, lá estava ele, com suas coreografias paquitas e suas músicas er... sensuais (pra mim, tão vulgares quanto as do Mr. Catras, mas insistem em dizer que ele é só sensual...).



Sabe o que os dois casos tem em comum? Empurraram goela abaixo do povo uma coisa ou um artista que não tinha tanta aceitação ou audiência. E o povo comprou. Não porque seja bom, porque, no caso da novela, esta é diariamente bombardeada não por críticos, mas pelos próprios telespectadores, minha timeline no facebook não me deixa mentir!
Todos lembram do sucesso estrondoso que foi Avenida Brasil. Quando uma novela que tem essa proporção de sucesso acaba, sempre fica nos telespectadores uma espécie de luto e estranhamento à nova trama. Quando a trama acaba não sendo atrativa, é lógico que a audiência não vai corresponder ao investimento. O que se faz: coloca os atores para participarem de todos os demais programas da emissora, as atrizes estampam todas as capas das revistas da editora advinda desta emissora, os programas de rádio afiliadas foalm sobre a novela repetidamente. Assim, o povo se acostuma com o assunto por ter escutados demais sobre ele, e aí, “ah, vou dar uma espiada nessa novela, não tenho mais nada pra fazer mesmo...”.
E pronto! Entenderam as estratégias de marketing por trás de um sucesso duvidoso? E olha que eu só falei das mais simples. Portanto, da próxima vez que vir esse tipo de coisa acontecendo, somente duas opções: ou a coisa é realmente é boa e os canais estão usando os artistas para alavancar a audiência, ou, a coisa não é tão boa assim, e os canais estão sendo “usados” pelos artistas par alavancar a audiência destes.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.