O que faz e quanto ganha um Analista de Pesquisa Operacional na petrobras?

A Petrobras vem se mostrando ultimamente como uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Com ótimos salários e carga horária de trabalho relativamente mais que justa se comparada ao salário, essa empresa é almejada por diversos profissionais de diversas áreas.

A descoberta do Pré-sal fez com que essa empresa se ascendesse como uma gigante a nível mundial e a procura por vagas como consequência desse crescimento repentino aumentou consideravelmente.

Quem pode assumir o cargo?


Um dos cargos mais procurados na empresa é o de ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL. Esse cargo pode ser assumido por diversos profissionais das mais diversas áreas. A pessoa que escolher essa carreira deverá ser bacharel em uma das seguintes áreas: qualquer área de conhecimento em Computação e Informática, Economia, Engenharia, Estatística, Matemática ou Física. No caso da engenharia pode ser enquadrado qualquer tipo de engenharia, apesar da empresa já disponibilizar vagas específicas para boa parte das engenharias existentes.

Existem desvantagens?


O profissional deverá passar por concurso público de ampla concorrência. Ao ser aprovado o mesmo assumirá o cargo lotado na cidade onde escolheu no ato da inscrição. O grande problema é que a Petrobrás poderá fazer com que o profissional tenha que sair de sua cidade para trabalhar em outros estados brasileiros, mas para alguns, isso não é problema já que a empresa paga muito bem e dá direitos que pouquíssimas empresas oferecem a funcionários que trabalham longe de suas cidades de origem.

Quanto ganha?


O Salário Básico de um Analista de Pesquisa Operacional começa com R$ 4.414,73 com garantia de remuneração mínima de R$ 6.883,05. O salário ultrapassa e muito esses valores quando são acrescidos todos os direitos que o funcionário tem: auxílio-creche ou auxílio-acompanhante (somente para empregada); auxílio-ensino (pré-escolar, ensinos fundamental e médio) para filhos; assistência multidisciplinar de saúde (médica, odontológica, psicológica e hospitalar) e benefício farmácia; Plano de Previdência Complementar; PAE - Programa de Assistência Especial (caso o Analista possua deficiência física ou possua filhos ou ainda empregados com deficiência); PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS EMPRESA; incentivo ao ensino superior para filhos de empregados que estejam realizando cursos requisitados nos processos seletivos públicos da Petrobras para os cargos de nível superior.

Particularmente considero a PLE uma vantagem sem tamanhos. Funcionários que recebem o benefício participam dos lucros da empresa. Isso varia de empresa para empresa, mas costuma ser de seis em seis meses, por vezes esse valor costuma ser maior que o próprio salário. É como se você estivesse ganhando um décimo terceiro salário a cada seis meses.

O que faz um Analista de Pesquisa operacional?


O Analista de Pesquisa operacional desempenha na Petrobrás atividades como: Acompanhar, participar e executar atividades de apoio à decisão, que utilizem modelos matemáticos e técnicas de Pesquisa Operacional; acompanhamento e apoio ao cliente na coleta de dados, construção de cenários e análise de resultados.

Tenho perspectiva de crescimento dentro da empresa?


Quanto à hierarquia e perspectiva de crescimento a empresa divide seus analistas em Júnior, pleno e Sênior, conforme a experiência e tempo de serviço. Nesses casos o salário também aumenta e você poderá chegar ao final de sua carreira ganhando até cinco vezes ou mais do que quando começou.

E ai o que achou? Sabe de algo que possa contribuir com esse post? Deixe seu comentário e nos ajude a tirar a duvida de outras pessoas.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar a qualidade de nossas postagens.